Como elaborar um Laudo de SPDA

Como elaborar um Laudo de SPDA

O SPDA (sistema de proteção contra descargas atmosféricas) também conhecido popularmente como para-raios é de extrema importância para que os impactos dos efeitos das descargas atmosféricas sejam evitados e/ou minimizados.

Isso porque se a instalação não for feita ou for, mas de maneira inadequada, as descargas atmosféricas podem ocasionar danos materiais, incêndios, explosões e pior, pode ser um risco à vida de pessoas e animais.

Por isso, a instalação deste sistema é fundamental e também é uma exigência do Corpo de bombeiros, regulamentada pela Norma NBR 5419/2005 da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

Sendo assim, como elaborar um laudo de SPDA corretamente? O que deve contar esse laudo? Qual o nível de detalhamento? Neste conteúdo você vai saber!

A elaboração do Laudo de SPDA

Inicialmente, o laudo necessita de uma introdução, ou seja, uma descrição do que será realizado, quais os tipos de ensaios, a norma técnica utilizada e as inspeções que serão realizadas no SPDA.

Próximas etapas

A segunda etapa é informar a localização do cliente com uma imagem da fachada da edificação e do mapa do Google. Em seguida, deve-se informar quem realizou as inspeções e os ensaios no SPDA, ou seja, a equipe técnica envolvida.

O quarto ponto é relacionado a ART (Anotação de Responsabilidade Técnica), sendo assim, deve-se colocar o número da ART gerado para esse laudo no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia).

O item seguinte e bastante importante é referente à metodologia utilizada para fazer as medições, citando a NBR 5419/2015. Além disso, mais um ponto que deve ser especificado no laudo e em conformidade com a norma é sobre o equipamento utilizado e o certificado de calibração.

Depois dessas etapas, é preciso fazer um mapa com os pontos na edificação onde as medições de continuidade foram realizadas, sempre com registros fotográficos do que foi medido e da preparação para isso.

Chegando nas últimas etapas, é necessário colocar um tópico de recomendações, ou seja, indicar sugestões de melhoria com base em todas as não conformidades.

Fechamento

E por fim, é o momento de fazer a conclusão do laudo com uma descrição sucinta a conformidade ou não das medições e se preciso, referenciar as recomendações necessárias.

Vale ressaltar que quanto mais detalhado o seu laudo for, maior será a qualidade do seu laudo.

Deixe um comentário