Como Conquistar uma Amiga: 7 passos para seguir

Você está querendo conquistar uma amiga, mas tem muito medo de falhar e acabar afastando a pessoa? Nesse artigo você verá 7 passos para seguir para conquistar uma amiga. Não é algo infalível, mas funciona na maioria das vezes. E o melhor: usando esse método, as chances de a amizade ser duradoura ficam maiores.

Como Conquistar uma Amiga: 7 passos para seguir

  1. A primeira coisa que você tem que ter em mente é a calma. Relações que começam muito rápido, sem dar espaço para o conhecimento de ambas as partes, têm boas chances de se desgastarem com o tempo, se tornando superficiais. Portanto, tente não forçar a barra, tente não parecer desesperado para conseguir uma amiga. Você pode ter as melhores intenções do mundo, mas ela pode não conseguir interpretá-las.
  2. Seja franco. Estou dizendo isso porque a boa amizade é regada por sinceridade. É a partir da franqueza que uma boa relação será desenvolvida. Entretanto, não estou falando para dizer tudo que vem à sua mente, simplesmente porque é o que você pensa. Isso nos leva ao terceiro passo.
  3. Filtre as coisas que você for falar para ela, de uma forma que as palavras não saiam muito duras, mas que sejam ainda verdadeiras. No início da relação, deve ser assim: se por exemplo ela vestir uma roupa nova, perguntar se está bonita e você achar que ela está feia, não precisa dizer que ela está ridícula. Você pode falar de maneira mais suave, dizendo, por exemplo, que não gostou muito da vestimenta.
  4. O quarto passo é estabelecer confiança, o que pode levar algum tempo. Quando você se relaciona com alguém que está fragilizado por conta de relações anteriores, por exemplo, é preciso um cuidado maior. Você pode demonstrar ser uma pessoa segura e estabilizar o que um conta para o outro. Você não precisa ser só um ouvinte, sem nunca dizer nada, mas também não precisa falar demais. É preciso haver espaço para os dois.
  5. Enalteça as coisas em comum e não deixe as diferenças se transformarem em brigas. Descubra o que vocês dois têm em comum e fale sobre isso, mostrando que vocês dois são parecidos. Outra coisa é tentar levar as diferenças para um campo de sensatez, onde você pode dizer coisas como “Eu não concordo, mas entendo seu ponto de vista”.
  6. A partir daí, as coisas vão fluir de forma mais fácil, exceto se ela tiver alguma resistência, o que pode acontecer. Nesse caso, você tem que se mostrar presente para qualquer coisa ao seu alcance, mas tem que observar os sinais que faz eventualmente faz para ter espaço.
  7. O importante é levar todos esses pontos para a consciência, não os deixando cair no “mesmo de sempre”, porque aí você corre o risco de falhar. O último passo é prestar atenção às brigas — que possivelmente acontecerão — e buscar se tornar uma pessoa melhor.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *